Perdas de dados não afastam clientes

As perdas de dados pessoais dos clientes têm um impacto forte nos mesmos, mas eles nem sempre deixam de frequentar as lojas por isso. Esta foi uma das conclusões a que permitiu chegar o estudo “Data Breach vs. Brand Equity Consumer Survey” da Tablus relativo a este ano.

Para a realização do estudo foi feita a 406 clientes adultos nos EUA a seguinte pergunta: “Deixaria de ir a uma loja em particular por esta ter sido vítima de roubo de informação e ter perdido milhares de dados dos clientes?”

Apesar de 21,1% ter respondido afirmativamente, 43% disseram que não, e 14,5% discordaram completamente de quem respondeu afirmativamente. Os restantes 35% demonstraram não ter uma opinião certa em relação a uma situação semelhante.

Estes resultados são favoráveis a retalhistas como a TJX, que no início do ano foi alvo de uma perda de dados. O estudo deixa, no entanto, uma importante informação: as perdas de informação afectam fortemente os clientes, principalmente quando os dados perdidos são relativos à sua actividade como clientes ou ligados a informações financeiras.

O estudo permitiu verificar que 90% dos clientes consideram que as empresa têm a obrigação de proteger a sua informação pessoal e que não há qualquer razão plausível para que as empresas exponham a sua informação confidencial. Mais de 80% dos clientes afirmou que as empresas que nunca sofreram perdas de informações confidenciais dos seus clientes são mais credíveis do que as que já perderam.

“A grande maiorias dos clientes considera que a protecção dos clientes de riscos associados à perda de informação deve ser uma das principais prioridades das empresas”, diz o estudo. Este atesta ainda que cerca de 75% dos inquiridos não faria compras a empresas que já tivessem sido vítimas de roubo de informação.

Mais de 42% dos inquiridos disse que havia perdido a confiança em determinadas lojas por saberem que estas já haviam perdido dados como o número dos cartões de créditos dos clientes e outras informações importantes.

Uma grande percentagem dos clientes, afirma perder o respeito pelas empresas que perderam dados importantes dos seus clientes. Cerca de 90% assegura não confiar nas empresas que não conseguem garantir protecção dos seus dados pessoais.

Apesar dos cerca de 43% assegurar que continuam dispostos a comprar em lojas que já perderam dados dos seus clientes, o estudo sugere que a fidelidade à marca pode ser afectada com uma situação de perda de dados.

Deixe uma resposta