Mobilidade, o email marketing na palma da mão

A convergência digital – uma realidade no mercado brasileiro – levou várias empresas a desenvolver seus serviços pela Internet. Há algum tempo, já não precisamos sair de casa para ir ao banco, fazer compras, alugar DVDs, ou mesmo ligar o rádio para ouvir música, pois tudo está ali, online.

O acesso à web e, consequentemente, ao mundo, já é mais do que comum. Tão comum que não precisa mais ser feito somente pelo computador. A inovação da tecnologia está gerando diferentes plataformas para acessarmos a internet, como celular, vídeo games, televisores etc… Destes dispositivos, citados, o de maior destaque, devido a mobilidade que ele nos proporciona, é o celular que, aos poucos, está sendo trocado pelo smartphone.

Afinal, sabemos que o aparelho não serve apenas para telefonar, mas para inúmeras outras funções, praticamente semelhantes as que executamos em nossos notebooks ou desktops.

Só no Brasil, são cerca de 150 milhões de linhas móveis ativas, das quais 7,3% dos usuários acessam o mundo virtual via celular, ou seja, uma média de 11 milhões de pessoas (Pesquisa Nielsen). Porém, para acessar a web através desse multicanal de forma rápida e eficiente, os consumidores estão migrando para aparelhos mais ‘turbinados’, com tecnologia 3G (terceira geração de telefonia), especialmente os smartphones, que trazem maior capacidade de transmissão. Atualmente, o Brasil conta com 3,5 milhões de celulares 3G, aponta os dados da Nokia Siemens Networks.

O hábito de acessar a internet levou ao que já esperávamos: ler e responder emails. E, junto com isso, levou também mais oportunidades para empresas que desejam se comunicar diretamente e se beneficiam dos recursos propiciados pela evolução da tecnologia. Estamos em uma fase de mudança de comportamento e é preciso acompanhar esse processo para se manter no mercado.

O cenário é promissor e traz oportunidades que ninguém imaginava. Email marketing no celular? Diria email marketing na era da mobilidade. Sim, uma tendência que vai virar realidade a uma distância não tão grande assim. Só que, como em tudo que é novo, o planejamento é fundamental.

Os acessos aos emails pelos smartphones ainda são tímidos, visto o tamanho populacional de nosso país. Mas, visto também a extensão rápida do uso do celular, não precisa ser especialista no assunto para saber que a aderência por esse tipo de comunicação será mais ágil do que prevemos.

Então? Chegou a hora de deixar a casa pronta, com ações iniciais que já podem ser aplicadas e alinhadas a essa tendência. O email marketing, como sabemos, é o único canal de mídia online que permite mensurar, além de quantos, quem se interessou pela sua comunicação. A estratégia de identificar perfis e segmentar continua e é fundamental, claro. Porém, a mudança está na aplicação.

A visualização do usuário de smartphone sempre, ou na maioria das vezes, é rápida. Portanto, a comunicação deve ser cada vez mais objetiva e, acima de tudo, com uma abordagem diferenciada. O campo visual é muito menor do que a tela de um computador, geralmente entre 2” ou 4”.

Mas, como diferenciar se sua visualização foi feita pelo smartphone ou computador? Sim, é possível identificar, em uma campanha de email marketing, de qual dispositivo o usuário acessou a mensagem. E, somente com essa mensuração pode-se mudar ou inovar nas estratégias de comunicação, considerando a criação direcionada para smartphones. E é aí que entra a preocupação com o trabalho de personalização das mensagens, pois, de acordo com a plataforma utilizada pelo destinatário para leitura, sua mensagem pode ser ou não lida.

No caso de ofertas para aquisição de produtos e serviços, é essencial entender que a compra provavelmente será feita através do computador. Claro que a tendência é que esse comportamento mude, porém hoje, os usuários estão utilizando o smartphone como filtro para eliminar de imediato emails irrelevantes, deixando apenas as mensagens importantes para uma interação posterior.

A chegada da tecnologia 3G propiciou a rápida aderência ao acesso a internet pelo celular. O número de pessoas que buscam por sistemas inovadores hoje só não é maior pela deficiência na capacidade de transmissão de dados. Mas sabemos que a tecnologia avança, ou melhor, corre.

Só acompanhará essa corrida quem decidir chegar primeiro. Mas, antes de tudo, planejar e aplicar a ética na comunicação continuam sendo estratégias fundamentais, mesmo quando falamos de email marketing no smartphone.

Preparar-se para as etapas só facilita a passagem para as próximas. Que venha a tecnologia 4G. Comunicação em voz, vídeo e dados…o triple play em uma escala ainda melhor do que a  atual 3G.

Deixe uma resposta