Obstáculos às compras on-line

Mais de metade dos europeus (57%) aponta a impossibilidade de ver e tocar os objectos como a principal razão para não realizar compras on-line, segundo o estudo Observador Cetelem, levado a cabo pelo banco Cetelem. No caso português, são cerca de 31% os inquiridos que afirmam não comprar na Internet por não terem possibilidade de ver/tocar o que estão a comprar.

Neste âmbito, os autores do estudo consideram que existem progressos, nomeadamente a visita de locais de férias através de câmaras de filmas ou mesmo a visualização de objectos a 360º. Este factor limitador não se aplica a produtos culturais, que são dos mais comprados por europeus e também muito comprados em Portugal.

A segunda causa apontada pelos europeus é a falta de confiança nos sites comerciais – cerca de 46%, e em terceiro lugar, com uma percentagem de 45% surge a segurança do pagamento. É de salientar que esta terceira causa apontada pela generalidade dos europeus, surge em primeiro lugar para a maioria dos portugueses: também como a impossibilidade de ver/tocar , leva 31% dos portugueses a não comprar pela Internet.

“O próximo desafio para os sites comerciais será o de se constituírem como marca, para tranquilizar e fidelizar os seus clientes como qualquer outra marca física”, alerta o estudo.

A falta de oferta na Internet aparece em último lugar na tabela de causas para a não aquisição na Internet: é apenas razão para 23% dos europeus e 16% dos portugueses.

Deixe uma resposta